top of page

Sensoriamento remoto: o que é e como funciona na agricultura?


Qual a importância do sistema de sensoriamento remoto para o desenvolvimento da agricultura?


A agricultura moderna enfrenta uma série de desafios que exigem soluções inovadoras para garantir a produtividade e sustentabilidade das lavouras. 


Entre essas soluções, o sensoriamento remoto surge como uma ferramenta poderosa e indispensável. Mas o que exatamente é sensoriamento remoto e como ele pode beneficiar o setor agrícola?


O que é e como funciona o sensoriamento remoto?

O sensoriamento remoto é uma técnica inovadora que permite a coleta de informações sobre a superfície da Terra sem a necessidade de contato direto com a área estudada. Utilizando diversas tecnologias, como satélites, drones e sensores, o sensoriamento remoto captura dados que são posteriormente analisados para diversas finalidades, desde a meteorologia até a exploração espacial.

A aplicação do sensoriamento remoto é vasta e diversificada, abrangendo áreas como meteorologia, monitoramento ambiental, gestão de recursos naturais, planejamento urbano e, especialmente, a agricultura. 


No setor agrícola, o sensoriamento remoto desempenha um papel crucial, fornecendo informações detalhadas e precisas sobre a saúde das culturas, a qualidade do solo, a disponibilidade de água e as condições climáticas.


Por meio de imagens de satélite e dados capturados por drones, os agricultores podem monitorar suas lavouras em tempo real, identificar problemas como pragas e doenças precocemente e tomar decisões informadas sobre o uso de fertilizantes e irrigação. Isso não apenas aumenta a produtividade e a eficiência, mas também contribui para a sustentabilidade ambiental ao reduzir o uso excessivo de insumos e minimizar o impacto ecológico.


Além disso, o sensoriamento remoto facilita a previsão de safras, permitindo aos produtores planejar melhor suas atividades e reduzir riscos associados a condições climáticas adversas. A capacidade de analisar grandes áreas de terra rapidamente e com precisão faz do sensoriamento remoto uma ferramenta indispensável para a agricultura moderna e de precisão.


Quais os benefícios do sensoriamento remoto?

O sensoriamento remoto tem se mostrado uma ferramenta revolucionária na agricultura moderna, trazendo uma série de benefícios que vão desde a precisão no uso de insumos até a sustentabilidade ambiental. Dentre esses benefícios, estão:



Uma das maiores vantagens do sensoriamento remoto é a sua capacidade de proporcionar dados precisos e em tempo real sobre as condições das culturas. Com essa tecnologia, os agricultores podem monitorar a saúde das plantas, identificar áreas com deficiência de nutrientes, detectar pragas e doenças, e avaliar a umidade do solo. Isso permite uma aplicação mais precisa e eficiente de insumos agrícolas, como água, fertilizantes e pesticidas.

Por exemplo, sensores de umidade do solo podem indicar exatamente quando e onde a irrigação é necessária, evitando o desperdício de água e garantindo que as plantas recebam a quantidade adequada. 

Da mesma forma, a detecção precoce de deficiências nutricionais permite que os fertilizantes sejam aplicados de maneira direcionada, melhorando a eficiência do uso e evitando a superdosagem, que pode ser prejudicial tanto para as plantas quanto para o meio ambiente.



O uso racional de insumos não só melhora a eficiência, mas também contribui para a significativa redução de custos. Com o sensoriamento remoto, os agricultores podem otimizar o uso de recursos, aplicando apenas a quantidade necessária de insumos em áreas específicas. Isso resulta em economias substanciais, uma vez que menos insumos são desperdiçados.

Além disso, a capacidade de monitorar continuamente as condições das culturas permite intervenções mais rápidas e eficazes. A detecção precoce de problemas como pragas ou doenças significa que podem ser tomadas medidas preventivas antes que os problemas se tornem graves, evitando perdas de produtividade e garantindo colheitas mais abundantes e de melhor qualidade. 

Esse aumento na produtividade, aliado à redução dos custos operacionais, melhora significativamente a rentabilidade das operações agrícolas.



A sustentabilidade é um aspecto crucial da agricultura moderna, e o sensoriamento remoto desempenha um papel vital na promoção de práticas agrícolas mais sustentáveis. A aplicação precisa de insumos reduz o risco de contaminação ambiental, minimizando o impacto negativo sobre os ecossistemas locais. 


Por exemplo, o uso direcionado de pesticidas diminui a quantidade de produtos químicos que podem se infiltrar no solo e na água, protegendo a biodiversidade e a qualidade dos recursos hídricos.


Além disso, o sensoriamento remoto contribui para a conservação dos recursos naturais. A gestão eficiente da água é especialmente importante em regiões onde a escassez hídrica é um desafio. A irrigação precisa, baseada em dados reais de umidade do solo, ajuda a preservar este recurso vital. 

A implementação de práticas sustentáveis também pode melhorar a saúde do solo a longo prazo, promovendo uma agricultura regenerativa que se preocupa com a manutenção da fertilidade do solo e a redução da erosão.


Quais são os tipos de sensores utilizados na agricultura?

No sensoriamento remoto agrícola, são utilizados diferentes tipos de sensores, cada um com características específicas e diferentes aplicações. Os sensores ópticos são os mais comuns, uma vez que capturam a radiação visível e infravermelha refletida pelos objetos.

Esses sensores são capazes de fornecer informações sobre o estado de saúde das plantas, a umidade do solo, a densidade da vegetação e outros parâmetros.

Outro tipo de sensor muito utilizado é o LIDAR (Light Detection and Ranging), que utiliza pulsos de luz laser para medir a distância entre o sensor e os objetos presentes na superfície terrestre. Esse tipo de sensor é especialmente útil para a geração de modelos digitais de elevação e para a identificação de obstáculos, como árvores e construções.

Além dos sensores ópticos e LIDAR, também são utilizados sensores de micro-ondas, que são capazes de penetrar na vegetação e no solo, fornecendo informações sobre a umidade do solo, a cobertura vegetal e a rugosidade da superfície.


Um sensor que vem ganhando destaque na agricultura de precisão é o sensor hiperespectral, capaz de capturar informações em centenas de bandas espectrais. Isso permite uma análise mais detalhada da composição química das plantas, identificando nutrientes, doenças e estresses com alta precisão. A tecnologia hiperespectral tem se mostrado promissora para otimizar o uso de fertilizantes e defensivos agrícolas, contribuindo para uma agricultura mais sustentável e eficiente.


Outra inovação são os sensores de fluxo de seiva, que medem a quantidade de seiva bruta que circula nas plantas. Esses sensores são fundamentais para monitorar o transporte de nutrientes e água, auxiliando os agricultores a ajustarem a irrigação e a adubação de forma personalizada, de acordo com as necessidades de cada planta. Com a utilização desses sensores, é possível maximizar a produtividade das culturas, garantindo um uso mais eficiente dos recursos disponíveis.

______________________________


Se você tem interesse em melhorar seus recursos por meio do sensoriamento remoto, a Saura tem a solução ideal! 

A Saura oferece uma gama de serviços especializados para o setor agrícola, incluindo crédito rural e consórcio agro. 


Se você está buscando adquirir novas máquinas para o campo ou aparelhos inovadores para otimizar o trabalho do agricultor, conte conosco! Consulte nossos especialistas hoje mesmo e descubra como podemos ajudar você a cultivar um futuro melhor!

Se você é um ASTEC, ACR ou ATNI, temos uma excelente notícia para você! A parceria com a Saura Mais BB é uma oportunidade imperdível para ampliar os serviços oferecidos aos seus clientes, com a garantia de qualidade e suporte especializado.


A parceria com a Saura Mais BB não só melhora os serviços que você oferece, como também proporciona uma remuneração competitiva e justa. Você será bem recompensado pelo seu esforço e dedicação, tornando-se um profissional ainda mais valorizado no mercado.


Comentarios


bottom of page